Carrusel de entradas populares

Accreditation: Delivering confidence in construction and the built environment

Scroll over the image below for an illustration of the impact and extent that accreditation has in the construction sector and the built environment.

2013-04-09

Entrevista com Prof. Lourival Tavares: novo livro em espanhol


Prof. Lourival Tavares
por Paulo Walter
Autor dá entrevista sobre trajetória de seus trabalhos por ocasião de lançamento do livro "Mantenimiento Centrado en el Negocio", nova edição em espanhol, revisada e ampliada, comercializada em formatos impresso e e-book.

Lourival Augusto Tavares é um nome que se confunde com a revolução acontecida no Brasil, nos últimos 30 anos, na área de gestão da Manutenção. Engenheiro residente em Usina Hidrelétrica, gerente de projetos, pesquisador, professor, consultor, autor, palestrante, Lourival está na estrada há mais de 45 anos. Basta uma pesquisa no Google para confirmar a relevância deste engenheiro carioca, formado em 1967 na UFRJ. Ao pesquisar na ferramenta de busca, escrevendo seu nome junto a palavra "manutenção", aparecem mais de 85.000 retornos na busca. Se feito o mesmo for feito usando a palavra "mantenimiento", o filtro retorna mais de 78.000 resultados, o que mostra sua igual penetração nos países de língua hispânica.

Primeiro brasileiro a escrever um livro dedicado unicamente ao assunto gestão da manutenção, esse pioneiro já foi Diretor da ABRAMAN e Presidente do Comitê Panamericano de Engenharia de Manutenção - COPIMAN. Conhecido e requisitado em toda a América Latina, perdeu as contas de quantos profissionais treinou ou deu palestras em mais de 1.500 eventos ao longo dos anos, em toda a América Latina.

Lourival é alérgico a frutos do mar (não pode sentir nem o cheiro), adora uma boa conversa sobre política, economia e viagens. É capaz de atender um aluno ou professor em sua casa no Grajaú, no Rio de Janeiro, em plena manhã de domingo, o Mestre, como é carinhosamente chamado por uma legião de fãs, só perde a paciência quando o assunto é pirataria. Não sem razão. Campeão de referencias e citações em TCC e teses de graduandos, mestrandos e doutorandos mundo afora, é também o autor mais plagiado na área de manutenção e gestão de ativos. Já encontrou seu material de sala de aula sendo vendido como parte de curso de ex-aluno, sem a mínima citação de fonte, e até o pedido de um aluno para que autografasse uma cópia xerox de um de seus livros.

Para esta entrevista fomos encontrar o Mestre no Panamá, por ocasião de mais um Congresso onde daria uma "palestra magistral", e que tinha como ponto de destaque o lançamento da segunda edição em espanhol do livro "Manutenção Centrada no Negócio". Além de ser uma edição totalmente revista e ampliada, a novidade é a disponibilidade do livro no formato e-book.

Interrompidos a todo instante por amigos, alunos e admiradores que queriam cumprimenta-lo e registrar em foto o encontro com o professor, conseguimos que ele nos respondesse algumas perguntas:
Manutencao.net
- Qual o significado para o Professor desta segunda edição em espanhol de seu livro, agora também disponibilizado em formato digital?

Lourival
- Acessibilidade e conforto. O fato de o livro estar sendo disponibilizado em formato digital viabiliza a que qualquer pessoa o possa ler por um preço menor e em qualquer lugar, a qualquer momento, onde esteja com seu computador ou tablet e sem ocupar espaço. Para aqueles que preferem ler o livro manuseando as páginas e ainda marcando os pontos de maior interesse existe a possibilidade de obtê-lo em forma impressa. Este é o primeiro livro que escrevo que oferece essas duas opções, o que me parece muito interessante.
Manutencao.net
- Quantos livros já se somam em seu acervo? Tem ideia de quantos já foram impressos?
Lourival
São quatro trabalhos, que estimo algo superior a 30.000 impressões. O primeiro livro foi o "Controle de Manutenção por Computador" cuja edição em 1986 foi patrocinada por Furnas onde trabalhava. Foi reeditado muitas vezes, pois na época era um assunto absolutamente inédito.
Mas, mesmo com as sucessivas edições, os livros se esgotaram. Muitas fotocópias foram feitas para uso em empresas e em trabalhos de faculdade. Uma vez encontrei, numa empresa, um gerente que havia feito vinte cópias para distribuição interna para seu pessoal de engenharia, planejamento e controle de manutenção. Ele me disse que era sua "cópia de cabeceira".
Em 1992 pedi a editora para parar sua emissão, por entender que seu conteúdo já estava ultrapassado. Foi quando escrevi o livro "Excelência na Manutenção" que infelizmente teve uma tiragem de somente 1000 exemplares, devido a problemas da editora. Assim reescrevi esse livro (e o ampliei) com o título "Administração Moderna de Manutenção" que teve o sólido apoio da empresa de software de gestão Datastream, não só na edição em português quanto na edição em espanhol. Este livro até hoje é muito lido e procurado.
Esta edição de agora é a quarta com o mesmo título mas com conteúdo muito modificado e ampliado, poderíamos considerar como mais um trabalho da coleção.
O livro original foi editado pela primeira vez em 2005 (4.000 exemplares) e distribuído durante o Congresso Brasileiro de Manutenção, onde autografei mais de 1000 exemplares. Logo a seguir foi traduzido para o espanhol e editado na Venezuela sob o título "Gestión Estratégica en Activos de Mantenimiento".
Lamentavelmente essa edição saiu com muitos erros de tradução, o que nos obrigou a suspender sua venda. Depois disso perdemos as matrizes da edição em português e quando ele se esgotou obtive da editora a autorização para fazer algumas cópias para presentear aos alunos nos cursos que leciono.
manutencao.net
- Ao escrever um livro técnico, portanto com uma preocupação de ser atualizado, qual a fase mais difícil durante o processo de criação?
Lourival
- Cada livro que escrevi me tomou mais de três anos de pesquisa de forma a que pudesse ser realmente útil para os leitores. Em particular, o livro atual foi, para a época, muito difícil de desenvolver por não haver muitas referências disponíveis. Devo reconhecer que obtive muita contribuição dos alunos do MBA pós-graduação ENGEMAN e de outros cursos colegas no Brasil e no exterior além das exigências dos Congressos em que apresentei conferências inéditas. A própria participação em Congressos Internacionais contribuiu muito para a ampliação de conhecimento do assunto ao assistir exposições de conferencistas especializados no tema de Gestão de Ativos.
manutencao.net
- Essa versão em espanhol lançada agora, tem alguma motivação especial?
Lourival
- A grande motivação foi o apoio recebido por Gerardo Trujillo além, obviamente, do fato de que não dispunha mais do livro em papel em português devido à perda das matrizes. Acredito que o próximo passo será traduzir este livro para o português.
manutencao.net
- Falando sobre o assunto do livro, na sua opinião, para quem quer sair da simples manutenção para um gestão centrada no negócio, qual o principal cuidado que se deve tomar?
Lourival
- Romper seus paradigmas no sentido de que de que manutenção não é uma função de consertar coisas que quebram e sim uma função de gestão econômica e financeira. Isto é muito difícil por termos, nós profissionais de manutenção, que nos reeducar e estudar temas aos quais não estamos familiarizados, particularmente na área econômica.
Capa do Livro de Lourival
manutencao.net- Como dedicar tempo a pesquisa e novos livros quando se viaja tanto como o senhor?
Lourival
- Como já disse, gasto uma média de três anos para escrever um livro. Para o trabalho utilizo muito o tempo que estou em hotéis, pois fica mais fácil a concentração. Obviamente a dedicação e a perseverança fazem muita diferença. No caso do "Manutenção Centrada no Negócio", não fosse o grande apoio recebido pelos alunos Paulo Roberto Poydo e Marcos Calixto (coautores do livro), tenho dúvidas se conseguiríamos que fosse editado. 
manutencao.net
- Como foi feita essa parceria com os coautores?
Lourival
Os coautores foram meus alunos em curso de pós-graduação em Engenharia de Manutenção. Um deles, o Eng. Marcos Calixto, depois da pós, fez doutorado em Cuba, no mesmo tema.
Os dois, na época de elaboração do livro, trabalhavam na gestão de transportes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e também davam aulas a noite numa universidade privada. Certamente foi a dedicação deles que viabilizou a edição do livro em 2005. Na época eu estava muito ocupado com compromissos de consultoria. O que fiz foi lhes dar todo o material que tinha para que o organizassem e complementassem. Portanto o resultado foi fruto de um trabalho de equipe. Não posso deixar de citar também o Eng. Carlos Pallotti, então Vice-Presidente da Datastream para a América Latina que me ofereceu muito material inédito, alguns dos quais ele utilizou em Seminários, Congressos e Foruns e depois me autorizou a divulgar no livro em português.
Na edição atual, em espanhol, foram adicionados mais dois capítulos, para os quais tive a prestimosa contribuição dos Professores João Esmeraldo e Zirlene Alves, ambos da Universidade Federal de Ouro Preto. Esta complementação tornou o livro bem atual. Não posso deixar de destacar também a dedicação do engenheiro Gerardo Trujillo e sua equipe da Noria Latinoamerica que fizeram a revisão final e os ajustes necessários, incluso em gráficos e figuras, para tornar essa edição ainda mais completa e com melhor apresentação.
manutencao.net
- É muito trabalho e muita gente envolvida. Parece mesmo um projeto de largo espectro. Quanto tempo levou tudo isso para chegarem a concretização de tão esperada edição?

Lourival
Todo esse trabalho só se realizou por causa do incentivo de alguns e a colaboração de muitos.
Falando só da versão em espanhol, tudo começou em 2006, na Venezuela, onde obtive o apoio do Licenciado Marco Alcántara, Diretor de Gerenplanif e que editou a primeira edição do livro (a tal que tinha muitos erros de tradução). O livro recebeu o nome de "Gestión Estratégica en Activos de Mantenimiento" e eu ainda guardo com carinho um de seus exemplares.
Quando nos demos conta do problema da tradução, pedi (e fui atendido) ao Eng. Edgar Bernal da Colômbia que revisasse o livro, entretanto ele o fêz a partir de uma tradução mal feita (por uma tradutora profissionao que não era da área). Foi só em 2008 que tive o privilegio de receber revisões da tradução pelo Engenheiro Eduardo Yori, Vice-presidente da Associação Uruguaia de Manutenção e Gestão de Ativos. Com essa colaboração virou realidade a primeira edição do livro "Mantenimiento Centrado en el Negocio". Finalmente, em 2012, durante o Congresso Mexicano de Manutenção, em conversa com Gerardo, tomamos a decisão de publicar o trabalho pela Noria Latinoamérica.
Da revisão até a reedição final lá se foram outros dois meses de trabalho intenso, já que o compromisso era fazer o lançamento do livro no formato digital durante o Congresso do Canal de Panamá. E aí está.
Livros são como filhos: são criados para ganhar o mundo. Espero que este trabalho seja útil para toda a comunidade de engenharia e manutenção e gestão de ativos, independentemente da língua e lugar de aproveitamento.
Para conhecer mais detalhes do novo livro de Lourival Tavares e como pode ser comprado, acesse o site da NÓRIA LATINOAMERICA

Fuente: http://manutencao.net/

Nuevas Publicaciones

Etiquetas

Mantenimiento (32) Gestión de Activos (23) asset management (16) EN 16646 (13) Gestión de Mantenimiento (12) ISO 55000 (12) ISO 55001 (11) Confiabilidad (9) TPM (9) certificación (9) Luis Felipe Sexto (8) PAS 55 (8) acreditación (8) TPM Awards (7) certificación ISO 55001 (7) Disponibilidad (6) ISO 14001 (6) ISO 9000 (5) Mantenibilidad (5) RCM (5) Sostenibilidad (5) calidad (5) maintenace (5) ISO 22301 (4) ISO 9001 (4) Mejora continua (4) Seiichi Nakajima (4) Certificación ISO 9001 (3) Comité Europeo de Normalización (3) ISO SURVEY (3) MTBF (3) Nakajima Prize (3) PAS55 (3) Radical Management (3) Six Sigma (3) TPM Company (3) confiabilidad humana (3) costos de mantenimiento (3) passed away (3) riesgo (3) ABRAMAN (2) Auditor Certificado (2) Ciclo de la calidad (2) Deepwater Horizon (2) EFNMS (2) European Committee for Standardization (2) FMEA (2) FMECA (2) HAZOP (2) ISO 13485 (2) ISO 31000 (2) ISO 50001 (2) JMA Consultants (2) Joseph Juran (2) Kapitsa (2) Key Perfomance Indicators (2) Lewis Mumford (2) Lourival Tavares (2) MTTR (2) Mantenimiento Predictivo (2) OREDA (2) RBI (2) Terotecnología (2) Triz (2) UKAS (2) UPAEP (2) activos intangibles (2) análisis de criticidad (2) ciclo PDCA (2) control y mejora (2) costos por pérdidas (2) cultura organizacional (2) fallos (2) fallos funcionales (2) falsas certificaciones (2) indicadores de mantenimiento (2) mantenimiento correctivo diferido (2) mantenimiento de oportunidad (2) mantenimiento oportuno (2) modos de fallos (2) programación (2) sistemas integrados (2) talento humano (2) vibration control (2) API RP 580 (1) Balanced Score Card (1) Barreiros Diésel (1) Business Continuity (1) CMMS (1) COPIMAN (1) Ciclo de la No calidad (1) Clase Mundial (1) Corruption Perceptions Index (1) Costo del Ciclo de Vida (1) Dama de Hierro (1) Deming (1) Eduardo Barreiros (1) Escala Sigma (1) Federación Internacional de Sociedades de la Cruz Roja (1) Franklin Lobato Inca (1) GMAC (1) Gustave Eiffel (1) HRA (1) ISO (1) ISO 14224 (1) ISO 17021 (1) ISO 19011 (1) ISO 22000 (1) ISO 9004 (1) ISO/IEC 17021 (1) ISO/IEC 17024 (1) ISO/IEC 27001 (1) ISO/TS 16949 (1) International harmonized stage codes (1) JIMP (1) JIPE (1) Juran Institute (1) KPI (1) Kauro Ishikawa (1) LCC (1) Luciano Furlanetto (1) MACMT (1) MAGEC (1) MIL-STD 1629A (1) MIL-STD-721C (1) MTBM (1) MTBR (1) Mantenimiento Hospitalario Basado en Evidencias (1) NB 12017 (1) Nippon Denso (1) OMS (1) OPS (1) Pareto (1) Peter Pan (1) RAM (1) RAMS (1) Reliability (1) Risk Management (1) Rodolfo Diesel (1) SAE JA1011 (1) SGC (1) SILOS (1) SNS (1) Survey of Management System Standard (1) THERP (1) TMEF (1) Torre Eiffel (1) Transparency International (1) UPADI (1) WHAT-IF (1) activos críticos (1) aereolíneas (1) agonía tecnológica (1) alinear (1) ambiente laboral (1) análisis sistémico (1) averías (1) costos de prevención (1) defectos crónicos (1) desalineamiento (1) desalineamiento angular (1) desalineamiento paralelo (1) diagnostics (1) enfoque de sistema (1) estadística (1) estrategia (1) evidence based medicine (1) facilitador (1) gestión (1) gestión ambiental (1) gestión de mantenimiento hospitalario (1) gestión del conocimiento (1) hospitales (1) lean manufacturing (1) liderazgo (1) logística (1) mantenimiento hospitalario (1) metología 5S (1) mitgación de desastres (1) organización que aprende (1) peligros (1) productividad (1) proyectos (1) publicidad engañosa (1) pérdidas (1) recién egresado (1) rentabilidad (1) rentabilidad de los activos (1) rentabilidad financiera (1) responsabilidad social (1) roles negativos (1) roles positivos (1) salud y seguridad ocupacional (1) sistemas complejos (1) sistemas de gestión (1) tarea apropiada (1) tasa de accidentalidad (1) tecnociencia (1) técnicas de predicción (1) valores (1) weibull (1) Índice de Percepción de la Corrupción (1) ética (1)